quinta-feira, 31 de março de 2011

"O Dia que durou 21 anos" é IMPERDÍVEL! Em 3 episódios, a partir de seg, dia 04, 22h, na TV Brasil

 
 
O pessoal do RioBlogProg foi convidado e com muita honra compareceu a pré-estreia do documentário "O Dia que durou 21 anos", de Camilo Tavares (que também estava presente, bem como alguns dos principais "cabeças" da TV Brasil aqui no Rio, e vários funcionários).

Eles, além de nós, abriram a sessão para outros convidados e mais 5 internautas que participaram dum concurso de melhor frase e estiveram lá com mais um convidado.

Destaca-se além da excelente parceria entre a TV pública e o movimento blogueiro, ambos com intuito social e de prestação de serviço, um espaço muito agradável e a certeza de que nós, blogueiros, unidos, cada vez podemos conseguir mais e mais acessibilidade a eventos de nosso interesse e tratamento de respeito institucional tal qual nos foi oferecido nessa noite.

O documentário

http://www.tvbrasil.org.br/novidades/?p=17740

Camilo Tavares, filho do jornalista Flávio Tavares que participou da luta armada, faz um excelente retrato do contexto histórico pós-revolução cubana em que o Brasil, já naquela época e nem perto da dinâmica econômica dos dias atuais, poderia ser uma "nova China" caso caísse nas mãos de comunistas.

O embaixador americano no Brasil, Lincoln Gordon, vende que após a queda de Jânio, o Brasil estava nas mãos de dois gaúchos (Brizola e Jango) que iriam levar o Brasil rumo à ditadura comunista. Tal como faz hoje em dia o Wikileaks, Camilo coletou mensagens do embaixador (muitas delas com visão distorcida) além das ligações que os EUA também disponibilizam, mostrando como os EUA aparelharam todos os instrumentos de nossa sociedade para que Jango fosse extirpado do poder. Inclusive, todo o tempo, sabiam quem era o melhor "pau mandado", o Gen. Castelo Branco.

O que os americanos não esperavam era que, após o golpe, os militares ficariam por mais de 20 anos no poder, muito longe da tal "democracia" que achavam que estavam a defender naquele momento.

Intervenção na Líbia: não é mera coincidência

Vale a pena demais ver, especialmente pra quem quiser entender melhor como os EUA possuem grosseira capacidade de interferência de inúmeras formas no comportamento da soceidade e na incitação ao conflito. A diferença no Brasil de 1964 é que Jango não resistiu e deram o golpe com o presidente ainda em território brasileiro.

Portanto, caros amigos, ajudem a divulgar! Serão apenas 30 minutos por dia de um produto de muita qualdiade, que dá orgulho de nossa TV pública!

Como sintonizar: http://tvbrasil.org.br/comosintonizar/

Abraços a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua mensagem e contribua com a construção de nosso evento! Inscreva-se também em nossa lista de discussão http://groups.google.com.br/group/rioblogprog Obrigado!

Últimas dos blogueiros progressistas do Rio de Janeiro!

Total de visualizações de página